Debate Quinzenal no Parlamento


José Sócrates afirmou hoje que o Governo vai promover a execução imediata de todas as medidas de consolidação previstas no Orçamento para 2010.

José Sócrates falava na abertura do debate quinzenal, na Assembleia da Republica, dedicado ao tema da situação financeira e das medidas de execução do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC).

Na sua intervenção, o primeiro ministro afirmou que haverá "uma intervenção forte no controlo da despesa: contenção de despesas com pessoal e reforço do controlo das admissões na Função Pública; controlo das despesas sociais e selectividade nas despesas com capital - mas também redução das despesas correntes e de consumo intermédio do Estado".

Nesse sentido, José Sócrates referiu que quinta feira o Governo aprovou o decreto de execução orçamental que prevê "a cativação de 40 por cento com despesas de material militar, limita as despesas com aquisição de estudos e pareceres em outsorcing, cativa 20 por cento das verbas orçamentadas para comunicações e estabelece a regra de três por um na aquisição de viaturas pelo Estado".

Depois, o primeiro ministro referiu que medidas do PEC previstas para 2011 serão já executadas em 2010, dando como exemplo propostas que tributam as mais valias mobiliárias, que introduz o escalão de 45 por cento de IRS para rendimentos superiores a 150 mil euros anuais.

"Está também decidido que, a partir de 01 de Julho, "se dará início à cobrança de portagens em auto-estradas sem custos paras o utilizador (SCUT). Do lado da despesa, está em curso o programa de combate à fraude e fiscalização nas prestações sociais", disse.

Neste ponto, o primeiro ministro disse ainda que o Governo apresentará em breve a nova lei de condição de recursos, que "passará a regular, com maior coerência e sentido de equidade, os critérios de acesso às prestações sociais não contributivas, para que beneficiem quem efectivamente delas mais necessitadas".

"A nossa prioridade é clara: o crescimento da economia e o emprego. E por isso evitaremos todas as medidas que possam pôr em causa esses objectivos principais", sustentou.

Também no plano político, o primeiro ministro afirmou que a actual conjuntura impõe "um desafio" para todas as forças políticas.

É por isso que considero da maior importância o diálogo que mantive há dias com o líder do maior partido da oposição - e que abre uma nova fase de diálogo construtivo no país", disse.

Fonte: www.ps.pt

Anuário Financeiro dos Municípios de 2008




Para conhecer este documento clique aqui.

José Sócrates anunciou que o Governo vai antecipar já para 2010 medidas do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC), como as alterações ao subsídio de desemprego e um maior controlo no pagamento das prestações sociais. O primeiro- ministro garantiu ainda, que o Governo e o PSD decidiram trabalhar em conjunto para responder "a um ataque especulativo sem fundamento" ao euro e à dívida soberana portuguesa.

José Sócrates falou, no final de um encontro com o presidente do principal partido da oposição, em São Bento, que o objectivo deste encontro serviu para discutir medidas para responder à classificação da dívida portuguesa pelas agências financeiras e à subida dos juros das obrigações portuguesas.

O primeiro ministro anunciou que o Governo vai antecipar já para 2010 medidas do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC), como as alterações ao subsídio de desemprego e um maior controlo no pagamento das prestações sociais.

Segundo o primeiro ministro, após a reunião com o lider do PSD foram tomadas "duas decisões", sendo a primeira a de acompanhar com regularidade e proximidade a situação financeira, através de um diálogo entre Governo e PSD.

A segunda medida, de acordo com Sócrates, é a vontade do Governo de antecipar para 2010 medidas que estavam previstas só para os próximos anos no PEC.

"Acho que as devemos tomar já, porque não há nenhuma razão para que não entrem já em vigor e por forma a que todos os agentes internacionais saibam que o objectivo orçamental de Portugal é para cumprir".

Nesse sentido, José Sócrates disse, que além da tributação das mais valias bolsistas, do pagamento de portagens em algumas SCUT e da criação do novo escalão de 45 por cento no IRS, o executivo avançará já "muito rapidamente com a nova lei de condição de recursos".

"No fundo visa estabelecer um quadro de justiça para aqueles que recebem prestações sociais", justificou.

O primeiro ministro anunciou também que entrarão já em vigor alterações aos subsídios de desemprego "por forma a assegurarmos que ninguém tem vantagem em ficar no subsídio de desemprego apenas porque é uma situação mais vantajosa do que estando a Trabalhar".

"Vamos ainda avançar desde já com auditorias e fiscalizações às prestações sociais", acrescentou.

A propósito das propostas do PSD para cortar na despesa e consolidar as finanças públicas, José Sócrates disse que o seu Governo "está muito disponível para considerá-las e ouvi-las", assim como outras propostas provenientes de "outros partidos".

Fonte: http://www.ps.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=2793&Itemid=1

A modernização dos portos é um dos investimentos que valem a pena «porque é um contributo absolutamente evidente para a competitividade e modernização da nossa economia. Portugal precisa de ter uma rede e uma operacionalidade logísticas que lhe permitam responder aos desafios da economia global», afirmou o Primeiro-Ministro na colocação da primeira pedra do novo terminal de cruzeiros de Leixões, em Matosinhos. «Este projecto oferece uma nova valência ao porto, transformando-o num porto que também desenvolve a sua componente turística, em particular de atracção de cruzeiros», afirmou José Sócrates.

O projecto inclui do terminal de cruzeiros de Leixões, o Parque de Ciência e Tecnologias do Mar da Universidade do Porto - um pólo para novas empresas que tirem proveito económico das inovações desenvolvidas na Universidade - e o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha, também da mesma Universidade.

José Sócrates afirmou que o porto de Leixões dá «um bom exemplo, ao modernizar a sua capacidade competitiva, condições logísticas e ao reduzir custos» e ao associar «as dimensões do turismo, da modernização da actividade portuária e da ciência», referindo «a importância da melhoria do potencial científico do País para que economia seja mais próspera e responda aos desafios da economia global».

«Não há uma receita única para todos os países que garanta o crescimento económico, mas uma coisa sabemos: não vamos lá sem ciência; não há nenhuma economia no mundo desenvolvido que não tenha baseado o seu desenvolvimento no conhecimento e na ciência», afirmou José Sócrates recordando que, entre 2005 e 2008 Portugal foi o país europeu que mais progrediu, tendo o investimento em ciência passado de 0,8 para 1,51% do PIB. Portugal alcançou também um dos melhores números europeus em termos de investigadores, com 7,2 profissionais por cada mil activos.

José Sócrates afirmou também que o terminal de cruzeiros de Leixões é «talvez a obra mais significativa de ligação de um porto à cidade que se fez em Portugal», sendo «um investimento bonito, que ficará sem dúvida como um ícone arquitectónico na Área Metropolitana do Porto». O terminal deverá estar concluído dentro de um ano. O projecto inclui um cais para cruzeiros, uma estação de passageiros, um porto de recreio náutico para 170 embarcações e um cais fluvio- marítimo para acostagem de embarcações de passeios turísticos no rio Douro.

O projecto representa um investimento de 49 milhões de euros, dos quais 28 milhões de euros para o edifício e 21 milhões de euros para a obra marítima. As obras de dragagem, que vão permitir receber navios com mais de 2000 passageiros, começaram em Setembro de 2009. Já há cerca de 60 navios programados para o ano de 2011, dos quais 15 estão acima da actual capacidade do porto.

Fonte: http://www.ps.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=2788&Itemid=1

25 de Abril sempre!


O Presidente da Concelhia do PS/Cartaxo - Pedro Magalhães Ribeiro - e o Coordenador da JS/Cartaxo - Vasco Miguel Casimiro - estiveram ontem, dia 24 de Abril, presentes na sessão ordinária da Assembleia de Freguesia de Valada, que decorreu no salão da Junta de Freguesia.


Todos os Militantes do PS/Cartaxo estão convocados.

Reunião com início marcado para as 21h30m na Casa do Povo da Ereira.

Ordem de trabalhos:

1. Informações
2. Apresentação do Plano de Actividades e Orçamento para 2010
3. Apresentação do jornal “Cartaxo Socialista” e do sítio do PS/Cartaxo na Internet
4. Ponto de situação sobre a Sede
5. Análise da situação política


Plenário de militantes do PS reúne na Ereira para discutir plano e orçamento

O Plenário de Militantes do PS Cartaxo reúne dia 23, na Ereira, para dar voz ao partido sobre o plano de actividades e orçamento que será apresentado em posterior reunião da comissão política a realizar na freguesia da Lapa. Para a iniciativa foram ainda convidados os militantes da JS Cartaxo. O encontra está marcado para as 21h30, na Casa do Povo da Ereira.

Para o presidente do PS Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, a reunião é importante para se dar voz aos militantes. A opção pela freguesia da Ereira para acolher o plenário é "um claro sinal político de reconhecimento pelo trabalho que está já a ser desenvolvido pelos socialistas da Ereira para as Autárquicas de 2013", assinalada em comunicado, mas também um primeiro passo para recuperar a freguesia para o partido.

Na agenda da sessão estará também a apresentação do jornal “Cartaxo Socialista” e do sítio do PS/Cartaxo na Internet, a par do ponto de situação sobre a sede e análise da situação política.

in O Mirante



PS/Cartaxo aposta nas novas tecnologias

O PS/Cartaxo está a apostar forte nas novas tecnologias.

Para já, está disponível a página oficial da concelhia na Internet, em www.pscartaxo.org, onde são disponibilizadas informações sobre a actividade do PS nas autarquias e no governo, e a partir da qual é possível aceder às páginas da concelhia no Facebook e no Twitter.

Além disso, está em preparação o canal do PS/Cartaxo no Youtube, e será lançado na sexta-feira o jornal “Cartaxo Socialista”.

in Rádio Cartaxo



Reunião de militantes na Ereira

A Casa do Povo da Ereira recebe, esta sexta-feira, uma reunião de militantes do PS/Cartaxo.

Da ordem de trabalhos, destaque para Apresentação do Plano de Actividades e Orçamento para 2010 e para a Apresentação do Jornal “Cartaxo Socialista” e do sítio do PS/Cartaxo na internet.

Segundo comunicado de imprensa do PS/Cartaxo, a escolha da Ereira para a realização deste plenário é um claro sinal político de reconhecimento pelo trabalho que os socialistas da freguesia estão a desenvolver com vistas às autárquicas de 2013.

A reunião tem início pelas 9 e meia da noite.

in Rádio Cartaxo



PS Cartaxo cria página na net e entra nas redes sociais

O PS Cartaxo tem desde o dia 19 de Abril uma página personalizada na Internet. No endereço www.pscartaxo.org divulgam-se as actividades dos socialistas do Cartaxo assim como toda a estrutura organizativa do partido a nível concelhio. Através da página online pode-se aceder às redes sociais do Facebook e do Twitter. Está em fase de preparação um canal do PS Cartaxo no Youtube.

A par da criação do Jornal “Cartaxo Socialista”, estas iniciativas são, para o presidente da comissão política concelhia, um elo de grande importância para o envolvimento de militantes. Mas também de todos os que não sendo militantes, “querem connosco caminhar e participar no desenvolvimento do nosso concelho”, refere Pedro Magalhães Ribeiro.

in O Mirante

Vale da Pinta: promover a qualidade de vida para atrair mais pessoas!



O Secretariado do PS/Cartaxo reuniu no dia 6 de Abril, terça-feira, com os autarcas da Freguesia de Vale da Pinta.

O Presidente da Junta de Freguesia, Fernando Ramos, destacou alguns projectos em curso, anunciando que está a trabalhar para que "as piscinas de água natural sejam uma realidade já no próximo Verão". A ambicionada "nova zona de lazer" foi também muito focada nesta reunião.

Fernando Ramos referiu que "a melhoria de condições nos equipamentos sociais", nomeadamente na área educativa, têm sido uma forte aposta da autarquia. Devido à perda de população verificada nos últimos tempos, foi ainda implementado um "incentivo à natalidade para fixar jovens casais na freguesia".
O autarca salientou também o enorme impacto e dinamismo que o Museu Escolar do Concelho, localizado na freguesia, está a ter a nível regional e nacional, atraindo visitantes de todo o país.

Para Pedro Ribeiro, Presidente do PS/Cartaxo, "Vale da Pinta é um excelente exemplo do trabalho que o PS ao longo dos anos tem feito nas nossas freguesias". Realçou o dinamismo que Fernando Ramos imprime na freguesia assim como a forma como mobiliza a sua equipa quer na Junta quer na Assembleia de Freguesia. Pedro Ribeiro manifestou também a sua satisfação pela articulação existente entre a Junta e a Câmara Municipal, factor que evidenciou como de "extraordinária importância para que se abracem novos desafios para Vale da Pinta e para todo o nosso concelho".

A próxima reunião descentralizada do Secretariado será com os autarcas da Freguesia de Vale da Pedra.


António Gameiro
1.ª Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos Liberdades e Garantias; 4.ª Comissão de Assuntos Europeus e 7.ª Comissão do Agricultura, Desenvolvimento Regional e Pescas.
CONTACTOS: agameiro@ps.parlamento.pt – telemóvel: 919595458

Anabela Freitas
4.ª Comissão de Assuntos Europeus. 11.ª Comissão de Trabalho, Segurança Social e Administração Pública e 13.ª Comissão de Ética, Sociedade e Cultura.
CONTACTOS: afreitas@ps.parlamento.pt – telemóvel: 913000800

João Sequeira
12.ª Comissão de Ambiente, Ordenamento do Território e Poder Local; 8.ª Comissão de Educação e Ciência e 9.ª Comissão de Obras Públicas, Transportes e Comunicações; Coordenador do Grupo Trabalho do Desporto.
CONTACTOS: jsequeira@ps.parlamento.pt – telemóvel: 965561171

João Galamba
6.ª Comissão de Assuntos Económicos, Energia e Inovação; 5.ª Comissão de Orçamento e Finanças e 9.ª Comissão de Obras Públicas, Transportes e Comunicações.
CONTACTOS: jgalamba@ps.parlamento.pt – telemóvel: 961495782

Secretariado do PS reúne hoje no Cartaxo


O Secretariado do PS/Cartaxo reúne hoje, pelas 21h, na Junta de Freguesia do Cartaxo.

Nesta reunião, entre outros assuntos, destaque para a elaboração do Plano de Actividades e Orçamento para o corrente ano.

Para além do Presidente do PS/Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, integram este órgão Délio Pereira, Elvira Tristão, Fernando Amorim, Pedro Nobre, Anabela Damião Rodrigues, António Morão, Vânia Cunha, Paulo Vila, Vasco Casimiro(inerente pela JS) e José Arruda (com direito a participar na qualidade de membro da Comissão Nacional).

Na próxima sexta-feira, na Ereira, o Plano de Actividades e Orçamento será apresentado e discutido no plenário de Militantes.

Em Maio, em Comissão Política a realizar na freguesia da Lapa, será submetido à apreciação da Comissão Política Concelhia.

Nota Informativa n.º 2/2010

Nota Informativa n.º 1/2010


RITA GAMEIRO TOMA POSSE COMO VEREADORA NÃO EXECUTIVA A 27 DE ABRIL

PAULO CALDAS ATRIBUI LOUVOR PÚBLICO A FRANCISCO CASIMIRO E RUTE OURO PELA COMPETÊNCIA NO EXERCÍCIO DAS SUAS FUNÇÕES E ALTO CONTRIBUTO DADO AO DESENVOLVIMENTO DO CONCELHO

O Vice-Presidente da Câmara, Paulo Varanda, Engenheiro Civil e Militar, que já assume responsabilidades autárquicas nas áreas dos Recursos Humanos, Freguesias, Urbanismo, Cultura, Educação e Acção Social, Informática e Protecção Civil (Bombeiros Municipais), vai assumir também, os Pelouros do Ambiente e Resíduos Urbanos, das Obras Públicas e a Presidência da Rumo 2020, assim como o dossier estratégico das Águas e Saneamento Básico.

Rita Gameiro, Quadro Superior da Banca, assume a Vereação da Câmara, sem funções executivas.

Recorde-se que, neste momento, o Eng. Pedro Gil exerce funções executivas a meio tempo, com responsabilidade nas áreas do Turismo, Projecto Cartaxo Capital do Vinho, Juventude, Desporto e coordenação de todas as actividades do Complexo Desportivo e Cultural da Quinta das Pratas.

Paulo Caldas, presidente da Câmara, coordena a equipa socialista e superintende as áreas estratégicas da autarquia e, directamente, os Fundos Comunitários e as negociações com a Administração Central, o Departamento de Administração e Finanças, a Área Jurídica, o Gabinete de Imagem e Comunicação, o Gabinete de Qualidade e Auditoria e o relacionamento com os munícipes.

O autarca mantém os “objectivos ambiciosos traçados para este mandato, fazer obra”, e considera que “o reforço das competências do Vice-Presidente é perfeitamente natural”, afirmando que “ainda me recordo de, há pouco mais de 10 anos, quando também exercia as funções de vice-presidente, ter idênticas responsabilidades” assumindo inteira confiança no empenho e competência do seu número dois para “esta tarefa difícil e exigente mas também desafiante”.

O edil manifesta idêntica confiança em Pedro Gil e na nova Vereadora Rita Gameiro, acreditando “que dependendo da sua disponibilidade, estes vereadores podem vir a assumir responsabilidades acrescidas ao longo do mandato, dada a sua qualidade técnica e política”.

Na próxima reunião de Câmara de dia 27 de Abril, Paulo Caldas vai propor um louvor a Francisco Casimiro e Rute Ouro, pela competência no exercício das suas funções e alto contributo dado ao desenvolvimento do concelho.

Fonte: Gabinete de Comunicação e Imagem da Câmara Municipal do Cartaxo

História do PS em filme

19 de Abril: Data histórica para o PS


A 19 de Abril de 1973, o Congresso da Acção Socialista Portuguesa (A.S.P.), "ponderando os superiores interesses da Pátria, a actual estrutura e dimensão do movimento, as exigências concretas do presente e a necessidade de dinamizar os militantes para as grandes tarefas do futuro, deliberou transformar a A.S.P. em Partido Socialista".


CONVOCATÓRIA

PLENÁRIO DE MILITANTES
CASA DO POVO DA EREIRA
Sexta-feira, 23 de Abril de 2010, 21h30m

Camaradas,

Nos termos dos Estatutos do Partido Socialista, venho por este meio convocar todos os militantes do PS/Cartaxo para uma reunião com a seguinte ordem de trabalhos:

1. Informações

2. Apresentação do Plano de Actividades e Orçamento para 2010

3. Apresentação do jornal “Cartaxo Socialista” e do sítio do PS/Cartaxo na Internet

4. Ponto de situação sobre a Sede

5. Análise da situação política

Encontrando-me inteiramente disponível para prestar todos os esclarecimentos complementares que julgarem por convenientes, subscrevo-me com os melhores cumprimentos e fraternas saudações socialistas.

Cartaxo, 14 de Abril de 2010

O Presidente da Concelhia do PS/Cartaxo

(Pedro Magalhães Ribeiro)
pedromagalhaesribeiro@hotmail.com


PAULO CALDAS VAI REUNIR COM MINISTRO DA JUSTIÇA

Na passada semana o edil do Cartaxo visitou as obras do Tribunal do Cartaxo.

O autarca realçou a grande beneficiação de que os Serviços de Justiça (Tribunal, Conservatória e Ministério Público) estão a ser alvo, num investimento de cerca de 3 milhões de euros.

“Esta obra beneficia os munícipes e também quem ali trabalha diariamente”, afirmou Paulo Caldas que confirma que a obra está praticamente concluída, faltando apenas alguns acabamentos.

O presidente da Câmara quer assegurar, junto do Ministro da Justiça, que “tudo corre bem ao nível dos equipamentos informáticos e também de algumas funcionalidades (substitutas da Loja Única que acabou por não ser implementada).

No que respeita aos Serviços do Tribunal, seria também de isolar a nova Copa, dos Serviços propriamente ditos.

Paulo Caldas manifestou junto da Secretária Geral do Tribunal a disponibilidade da Câmara para a aquisição de algum equipamento (biombos e vasos de decoração), assim como, de acautelar a zona de estacionamento, bem como os serviços de jardinagem, parte integrante da zona envolvente do renovado equipamento.

Fonte: Gabinte de Imagem e Comunicação da Câmara Municipal do Cartaxo
http://www.cm-cartaxo.pt/cartaxo/NoticiasEventos/Noticias/n_presidente_visita_obras_tribunal.htmaaa


PAULO CALDAS SATISFEITO COM O PAGAMENTO INTEGRAL DAS DÍVIDAS E ESTÁ CONFIANTE NUM NOVO PERÍODO DE OBRA

Durante os próximos dois meses toda a dívida de curto prazo da autarquia fica consolidada, afirmou o Presidente da Câmara na Reunião de Câmara de hoje, dia 15 de Abril.

O autarca assumiu que “fruto de uma política de aproveitamento dos fundos comunitários e públicos que permitiram investir cerca de 120 milhões de euros nos últimos dois mandatos, o Município acumulou uma divida de curto prazo significativa que vai, finalmente, ser consolidada”.

Cerca de 5,6 milhões de euros serão objecto de pagamento via Acordos de Regularização de Dívida, com uma maturidade de 5 anos.

A este valor acrescem cerca de 2 milhões de euros, que serão desenvolvidos também com uma outra instituição financeira - com uma maturidade final de 8 anos.

O encaixe financeiro extraordinário da Concessão das Águas vai permitir também o pagamento directo de cerca de 5,5 milhões de euros, ficando assim toda a dívida do Município consolidada.

Paulo Caldas assume que “o pior já passou. Conseguimos aguentar uma política de investimentos intensa, num período de vacas magras”, e manifesta a sua confiança na disponibilidade da Câmara conseguir honrar os seus compromissos presentes e futuros de investimento do QREN afirmando que “vai começar um novo ciclo de obras”.

O autarca afirma “manifesto esta segurança suportado também pela maior taxa de co-financiamento comunitário a fundo perdido agora conquistada (cerca de 80%)” e assegura que “a gestão financeira da autarquia, que apresenta agora, após anos muito difíceis, resultados positivos, não hipoteca gerações futuras”.

Todos os pagamentos da dívida de pequenos montantes serão efectuados directamente e o endividamento bancário do município fica apenas assente em empréstimos de médio e longo prazo, a menos de 10 anos, e os Acordos de Regularização de Dívida, serão a 3, 5 e 8 anos.

O autarca conclui que “uma vez que grande parte da dívida que se está a pagar agora, é dívida de investimentos, esta é uma das grandes obras deste mandato.”

Paulo Caldas admite “só lamento que a economia local e regional tenha sofrido tanto, fruto da política errada desde 2002, da Administração Central, de limitação dos empréstimos de médio e longo prazo para as autarquias fazerem investimentos no âmbito dos QCA’s.”

Paulo Caldas considera que “é totalmente errado pagar, como aconteceu, com empréstimos de curto prazo os investimentos em infraestruturas e equipamentos sociais, que vão servir várias gerações de cartaxeiros. É como se uma família pedisse um empréstimo de 3 ou 5 anos para pagar a casa na qual vai viver para sempre”.

Fonte: Gabinete de Imagem e Comunicação da Câmara Municipal do Cartaxo

CÂMARA DO CARTAXO APOIA PME's


PAULO CALDAS QUER INCENTIVAR A INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS DO CONCELHO E CRIAR A CARTA DE APOIO AO EMPRESÁRIO

A câmara do Cartaxo vai apoiar os pequenos e médios empresários do concelho que pretendam participar nas missões empresariais que a Nersant – Associação Empresarial de Santarém está a preparar para o ano de 2010 – serão quatro missões que terão como destino Marrocos, Tunísia, Moçambique e Angola.

As missões fazem parte de um projecto conjunto que a Nersant apresentou no âmbito do Sistema de Incentivos à Qualificação de PME (QREN) que permitirá aos empresários que participem nestas acções ter acesso a um apoio a fundo perdido de 45%.

A Câmara do Cartaxo vai apoiar as empresas do concelho, pagando o restante valor – 55% - o que permitirá aos empresários participarem nestas missões a custo zero.

O presidente da Câmara do Cartaxo afirmou que “tomámos esta decisão porque o concelho tem empresários preparados e motivados, homens e mulheres que lideram empresas com grande potencial de internacionalização e crescimento para novos mercados. Estas são as iniciativas nas quais o município deve estar presente”, acrescentando que “o apoio aos empresários e empresas é um dos vectores estratégicos da acção da Câmara do Cartaxo. Só o crescimento saudável e forte das nossas empresas cria emprego e desenvolvimento económico, os empresários são o motor da nossa economia e têm de ser apoiados com acções concretas”.

O autarca considera, ainda, que “a presença de empresas portuguesas nos países lusófonos, e em África, preenche outra das estratégias de desenvolvimento económico e social do Município”.

Para além desta iniciativa, o município vaitambém preparar a Carta de Apoio ao Empresário que visa reforçar o papel da autarquia na ajuda à dinamização do tecido empresarial do concelho.

"Num momento em que os nossos empresários enfrentam dificuldades redobradas", afirma Paulo Caldas, "é necessário ajudá-los e dar um contributo à manutenção e criação de postos de trabalho. As autarquias têm de se empenhar na luta pelo desenvolvimento económico e social das empresas que mantém emprego e geram riqueza".

Fonte: Gabinete de Comunicação e Imagem da Câmara Municipal do Cartaxo
http://www.cm-cartaxo.pt/cartaxo/NoticiasEventos/Noticias/n_camara_apoia_pmes.htmaaa

O Primeiro-Ministro reuniu-se com quatro dezenas de empresas de tecnologias da informação e comunicações, que têm um papel crescente no crescimento da economia portuguesa, num dos Encontros do Estoril que o Governo está a realizar com vários sectores económicos. Nesta reunião, em que estiveram presentes operadores de telecomunicações, produtores de conteúdos e de hardware e software, foi possível «identificar uma estratégia que permite dar uma nova ambição quer aos projectos da administração, quer também aos instrumentos de política», afirmou José Sócrates. Os instrumentos gerais de política de financiamento, apoios e internacionalização, vão ser agora desenvolvidos e adaptados em concreto a este sector.

«A área das tecnologias de informação e comunicação tem um papel crescente e muito importante no crescimento da economia e na melhoria das condições de vida das pessoas», referiu o PM, apontando o enorme desenvolvimento do sector nos últimos cinco anos, que transformou Portugal num líder no governo eletrónico quando em 2005 ocupava o 16.º lugar. Este foi um dos sectores que contribuiu para que Portugal tenha hoje uma balança tecnológica positiva, exportando mais tecnologia do que aquela que importa.

Fonte: http://www.portugal.gov.pt/


Entidade Regional de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo assina protocolos com os onze municípios da Lezíria, com vista a valorizar as potencialidades turísticas de toda a região.

Foram assinados ontem, dia 8 de Abril, na Adega de Vale d’ Algares, em Vila Chã de Ourique (Cartaxo), os protocolos de parceria entre a Entidade Regional de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo (ERT-LVT) e os 11 municípios da região da Lezíria – Almeirim, Alpiarça, Azambuja, Benavente, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Golegã, Rio Maior, Salvaterra de Magos e Santarém.

Joaquim Rosa do Céu, presidente da ERT-LVT, sublinhou que estes protocolos são o resultado de uma “estratégia de parceria activa dos municípios” e que cada documento reflecte os desafios e a realidade concreta de cada município. No seu conjunto, os protocolos traduzem “as diferentes visões do território na estratégia global para a região”.

“Não temos aqui um somatório de protocolos, mas sim uma visão do turismo que se aplica a cada um dos municípios”, frisou Joaquim Rosa do Céu, que defende que o turismo “tem de ser uma evidência, tem de ser melhor distribuído, integrar mais recursos, mais geografias e mais locais. Tem de existir uma maior proximidade e uma maior complementaridade”, afirmou.

Paulo Varanda, vice-presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, na qualidade de anfitrião desta cerimónia, sentou-se na mesa ao lado de Joaquim Rosa do Céu e José Sousa Gomes, presidente da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT).

Para o vice-presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, “é fundamental criar um grande objectivo que potencie a área do turismo, que faça com que afirmemos, inequivocamente, as nossas qualidades a nível nacional”.

Uma maior e melhor divulgação do património e dos produtos característicos de cada município é o objectivo geral deste compromisso estabelecido entre a ERT-LVT e as Câmaras Municipais. No que concerne ao concelho do Cartaxo, as especificidades deste protocolo apontam a área do vinho e a zona ribeirinha do Tejo como principais prioridades.

“Queremos apostar mais na nossa ruralidade, focada no vinho e na vinha, que são os eixos fundamentais do projecto Cartaxo – Capital do Vinho. Queremos levar este projecto ainda mais para o terreno e torná-lo ainda mais reconhecido a nível nacional e internacional. Queremos também criar um grande palco virado para o Tejo. A freguesia de Valada aguarda por uma intervenção profunda que valorize as potencialidades da zona ribeirinha”, afirmou Paulo Varanda.

Enquanto presidente da CIMLT, José Sousa Gomes espera que estes protocolos “não sejam apenas um acto simbólico”, mas que sejam o primeiro passo para criar aquilo que os municípios da região aspiram – “a promoção da região enquanto destino turístico complementar à grande metrópole de Lisboa”.

Fonte: Gabinete de Imagem e Comunicação da Câmara Municipal do Cartaxo

Secretariado do PS reúne amanhã no Cartaxo



O Secretariado do Partido Socialista reúne amanhã na Junta de Freguesia do Cartaxo.

Na agenda desta terceira reunião está a preparação do Orçamento e Plano de Actividades a apresentar na próxima Comissão Política Concelhia, assim como, a marcação da reunião geral de militantes.

O encontro está marcado para as 17h30.

Notícia Rádio Cartaxo

Câmara e Concelhia de boas relações

Paulo Caldas, ex-presidente da concelhia socialista do Cartaxo e presidente da Câmara Municipal, não compareceu à primeira Comissão Política do novo mandato.

Recorde-se que os estatutos do PS consagram o direito do Presidente de Câmara e da Assembleia Municipal ou dos primeiros eleitos nos órgãos autárquicos de participarem nas Comissões Políticas.

Paulo Caldas garantiu que participará em todas as Comissões Políticas que puder, desejando as maiores felicidades para a nova Comissão Política, liderada por Pedro Ribeiro.

Paulo Caldas referiu que a sua equipa de autarcas vai continuar a fazer o seu melhor, no sentido de honrar a confiança que a população lhes deu.

Quanto a candidatos para as próximas autárquicas, Paulo Caldas garantiu não ter preferidos, acrescentando, no entanto, que existem autarcas que merecem a confiança da população, tal como Paulo Varanda.

O autarca disse não ter problemas em reunir com Pedro Ribeiro para delinear estratégias para o município.

Quanto ao relacionamento entre o Pesidente da câmara e o presidente da concelhia, que já terá conhecido melhores dias, públicas que são as divergências entre ambos, Paulo Caldas está confiante de que a relação vai ser boa, até pelos elogios ao trabalho autárquico que vêm a ser feitos por Pedro Ribeiro.

in Rádio Cartaxo

Notícia O Mirante

Comissão política do PS Cartaxo tomou posse

Pedro Ribeiro tomou posse como presidente da Comissão Política Concelhia do PS, que passa a ser composta por 13 elementos da lista de Pedro Ribeiro, 12 da de Bernardo Pereira e seis da de Marco Caetano, com a seguinte ordem: Pedro Magalhães Ribeiro, Bernardo Pereira, Délio Pereira, Carlos Albuquerque, Marco Caetano, Olinda Alexandre, Rute Ouro, Fernando Amorim, Victor Caldas, José Gameiro dos Santos, Pedro Nobre, António Pego, Elvira Tristão, Joana Vergas, Rita Gameiro dos Santos, João Soares, Hugo Albuquerque, Manuel Gerardo, José Sobreira, Joaquim Narciso, Anabela Damião Rodrigues, Maria Manuel Simão, João Paulo Vila, Maria Filomena Calisto, Rogério Santos, Fernando Dias, António Morão, Luís Nepomuceno, João Carlos Neves, Maria Carmo Augusto e Vânia Cunha.

Integram ainda esse órgão três elementos da JS Cartaxo - Vasco Casimiro, João Ferreira e Vanessa Brás – e o presidente da Câmara do Cartaxo, Paulo Caldas, todos com direito a voto.

São membros inerentes mas sem direito a voto, por deliberação da Comissão Política, os eleitos das assembleias de freguesia, juntas, assembleia municipal e câmara que sejam militantes socialistas, José Arruda, membro da Comissão Nacional do PS, e Câncio Ribeiro, membro da Comissão Política Distrital.

in O Mirante

http://semanal.omirante.pt/index.asp?idEdicao=438&id=63645&idSeccao=6839&Action=noticia

Paulo Caldas apela à comunidade e a todas as associações que sejam “contribuintes activos” para um Cartaxo mais limpo e mais saudável

A Câmara Municipal do Cartaxo quer envolver as associações, as escolas e a comunidade num novo projecto ambiental, centrado na preservação e limpeza dos espaços verdes do concelho.

Considerando o sucesso do Dia L – cuja iniciativa envolveu mais de 400 cartaxeiros – o presidente do município, Paulo Caldas, lança agora o desafio para que, em cooperação com a Câmara Municipal e Juntas de Freguesia, as associações e a comunidade voltem a abraçar acções semelhantes de sensibilização ambiental e de limpeza do concelho.

“Gostaria de ver a comunidade e as associações – não só aquelas que têm como principal preocupação a causa do ambiente e da ecologia, mas todas as associações – associarem-se às autarquias neste projecto ‘Cartaxo Verde’ e contribuírem, com o seu espírito, para a valorização ambiental do nosso concelho”, frisou Paulo Caldas.

A implementação deste projecto ambiental vai fazer com que todos sejam “contribuintes activos” de um concelho mais limpo e mais saudável. Além da componente da acção permanente de recolha de resíduos, o projecto irá focar também a vertente pedagógica, envolvendo, sobretudo, escolas, agrupamentos escolares, grupo de Escuteiros, entre outros.

“Queremos que o Limpar Portugal exista de uma forma mais permanente e queremos também que a nossa comunidade esteja cada vez mais consciente dos problemas ambientais, esteja mais atenta e se envolva cada vez mais na preservação da nossa natureza”, apelou Paulo Caldas.

Enquanto eixo principal deste projecto, a Câmara Municipal acredita ainda que, com a proliferação das acções de sensibilização e de recolha dos lixos, se conseguirá diminuir a iniciativa dos prevaricadores. “Ao ver o esforço, não só das entidades competentes, mas também das associações e da comunidade, quem prevarica vai acabar por sentir-se coagido a agir bem. Sem recorrermos à punição, acredito que vamos conseguir mudar atitudes”, defendeu o presidente do município.

Além das Juntas de Freguesia, a Câmara Municipal vai ter como principais parceiros do projecto “Cartaxo Verde” as associações Eco-Cartaxo, Palhota Viva e Rio da Fonte.

Fonte: Gabinete de Imagem e Comunicação da Câmara Municipal do Cartaxo
http://www.cm-cartaxo.pt/cartaxo/NoticiasEventos/Noticias/n_cartaxo_verde.htmaaa

Obras no valor de cerca de 222 mil euros concluídas até final do ano

A Associação Humanitária da Freguesia de Pontével (AHFP) e a HACL – Sociedade de Construções, Lda. assinaram no dia 6 de Abril, no Salão Nobre da Junta de Freguesia de Pontével, o contrato de empreitada para a conclusão das obras da nova sede da instituição.

Financiada pela Câmara Municipal do Cartaxo, esta última fase da obra representa um investimento na ordem dos 222 mil euros e foi levada a concurso público pela AHFP, que contou com a colaboração dos técnicos da autarquia na elaboração de todos os procedimentos. A obra tem um prazo de construção de seis meses.

Presente neste acto formal, o presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Paulo Caldas, enalteceu o papel desempenhado por esta instituição em todo o concelho e assegurou que “a autarquia tudo fará para honrar os compromissos assumidos”.

“Depois de uma década de esforços por parte das autarquias, da associação e de toda a população, este momento deixa-nos muito felizes. Espero que daqui a seis meses esta nova casa possa estar totalmente concluída e pronta para receber, com mais dignidade, todos os que nela trabalham e colaboram, para bem de todos os cartaxeiros”, sublinhou o autarca.

O presidente do município apelou ainda à empresa construtora, com sede no concelho da Chamusca, a subcontratar a mão-de-obra local, porque “temos pessoas muito profissionais nas mais diversas áreas”, acrescentou o autarca.

Elias Rodrigues, presidente da AHFP, distinguiu o empenho da Câmara e da Junta de Freguesia na concretização desta obra, considerando o acto da assinatura do acordo “um momento marcante e concreto”, que vai beneficiar, directamente, os oito funcionários da associação, assim como estimular o voluntariado e a criação de outras valências de apoio social.

Também José António Sobreira, presidente da Junta de Freguesia de Pontével, se congratulou com a assinatura deste acordo, “que vem responder a uma necessidade há muito reivindicada, mas que, fruto das dificuldades económico-financeiras, só agora é possível concretizar”, afirmou.

Este novo equipamento social representa “uma importante mais-valia para Pontével – freguesia que polariza o sul do concelho”. O próximo desígnio que Paulo Caldas gostaria de ver concretizado nesta freguesia é o novo Centro de Dia.

Fonte: Gabinete de Imagem e Comunicação da Câmara Municipal do Cartaxo
http://www.cm-cartaxo.pt/cartaxo/NoticiasEventos/Noticias/n_contrato_ahfp.htmaaa

InovCity: "É um novo mundo que aí vem"

José Sócrates, classificou hoje o projeto de redes elétricas inteligentes, que vai arrancar em Évora, liderado pela EDP, como "um dos mais inovadores da Europa", destacando a importância da área energética para a economia portuguesa.

"Temos que olhar para a área da energia como uma das grandes oportunidades para a nossa economia", alertou José Sócrates, garantindo tratar-se do setor "mais trepidante" em termos europeus, em que "mais coisas estão a acontecer".

Daí, sustentou o primeiro ministro, a importância da EDP liderar o projeto de redes elétricas inteligentes, cuja experiência piloto vai decorrer em Évora e foi hoje apresentada na cidade alentejana.

"Este é um dos projetos mais inovadores da Europa", afirmou José Sócrates, salientando os contributos do InovCity "para a mobilidade elétrica, para a eficiência energética e para a microprodução de energia".

O InovCity é um projeto piloto no qual serão instalados, em Évora, 31 mil contadores de eletricidade inteligentes que permitem comunicações nos dois sentidos, e em tempo real, entre clientes e empresa, bem como mais de 300 centros de comunicação instalados nos postos de transformação pela cidade.

"A EDP, ao longo destes dois anos, foi capaz de chegar a este ponto, de fazer uma experiência piloto numa cidade de média dimensão como Évora, agregando tantas e tantas companhias para que se desenvolva aqui um dos projetos mais inovadores", reforçou o primeiro ministro.

“É um novo mundo que aí vem”, salientou José Sócrates, deixando a mensagem da importância da área energética para Portugal: “Não tenhamos dúvidas, grande parte do sucesso ou do insucesso do país está ligado à mudança na área da energia”.

E, insistiu, afirmando esperar que o InovCity, depois de testado em Évora, seja replicado para todo o país, “se há uma área” da economia nacional onde é preciso “fazer mudanças e rápido”, é na energética.

Segundo o primeiro ministro, o país precisa de reduzir o seu endividamento externo, “metade dele devido à dependência do petróleo”, contribuir para a luta contra o aquecimento global e, ao protagonizar uma “revolução na energia”, garantir “mais emprego” e o “dinamismo económico”.

Fonte: http://www.ps.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=2754&Itemid=1


O Secretariado do Partido Socialista reúne hoje na Junta de Freguesia de Vale da Pinta, com os autarcas da Freguesia.

Esta segunda reunião do órgão executivo do PS/Cartaxo tem como objectivos principais aproximar o Partido dos seus autarcas e concertar estratégias de actuação na defesa dos interesses das populações que representam.

Estas reuniões, tal como as da Comissão Política Concelhia, serão descentralizadas por todas as oito freguesias.

O encontro está marcado para as 21h30.

AVISO: Por motivo de força maior, alheio à organização, esta iniciativa fica adiada para data a anunciar brevemente. As nossas desculpas pelo sucedido.

Convite: JS Ribatejo debate Emprego


JS Ribatejo debate Emprego e condições de empregabilidade

9 de Abril, sexta-feira, pelas 21h00, no Cartaxo

Salão Nobre da Junta de Freguesia do Cartaxo (junto ao Centro Cultural do Cartaxo)


Oradoras:

Anabela Freitas, deputada à Assembleia da República, eleita pelo PS no círculo de Santarém;

Débora Alves, Presidente da Comissão de Juventude da UGT - União Geral de Trabalhadores.

in JS Ribatejo

AGENDA PS/CARTAXO [5 a 11 de Abril]


Segunda-feira, 5 de Abril de 2010
Lisboa, Sede Nacional do PS
Reunião de trabalho com a Senhora Ministra do Trabalho e da Solidariedade Social, Dr.ª Maria Helena André, 21H

Terça-feira, 6 de Abril de 2010
Vale da Pinta, Junta de Freguesia
Reunião de Secretariado, 19h30m
Reunião de Secretariado com a lista do PS para a Assembeia de Freguesia de Vale da Pinta, 21h


Sexta-feira, 9 de Abril de 2010
Cartaxo, Junta de Freguesia, 21h
Debate: Emprego e condições de empregabilidade
Oradores:
Anabela Freitas, deputada à Assembleia da República, eleita pelo PS no círculo de Santarém
Débora Alves, Presidente da Comissão de Juventude da UGT - União Geral de Trabalhadores
Organização: JS/Ribatejo e JS/Cartaxo

Fundo incentiva PME a aumentar exportações


O Conselho de Ministros de 1 de Abril criou o Fundo de Apoio à Internacionalização e Exportação, no montante de 250 milhões de euros, destinado ao apoio de operações de desenvolvimento das PME portuguesas exportadoras e daquelas que pretendam iniciar processos de exportação para mercados internacionais.

Entre os objectivos, destacam-se: aumentar a capacidade das empresas exportadoras e o número de empresas que exportam; aumentar o valor acrescentado e o nível tecnológico das exportações; diversificar os mercados geográficos.

O Fundo reforça, também, os capitais necessários à internacionalização, permitindo nomeadamente: a participação no capital de empresas que promovam as exportações nacionais; e a subscrição de títulos de dívida, ou concessão directa de crédito, ou garantias a empresas ou consórcios de empresas portuguesas.

Fonte: http://www.portugal.gov.pt/pt/GC18/Noticias/Pages/20100401_Not_CM_Exportacoes.aspx

Notícia Rádio Cartaxo

Secretariado do PS reuniu em Vila Chã

Quinta, 01 Abril 2010 08:09

O secretariado socialista do Cartaxo reuniu recentemente com os autarcas da freguesia de Vila Chã de Ourique, naquela que foi a primeira de uma série de 8 reuniões com os autarcas de freguesia do concelho.

Uma reunião em que o presidente do secretariado destacou o trabalho que vem sendo feito na freguesia, salientando o entendimento entre câmara e Junta, bem como o empenho do presidente da Freguesia, Luís Nepomuceno, bem como o dos restantes autarcas do PS, pela preocupação em criar mais serviços nas áreas sociais.

A próxima reunião descentralizada do secretariado está marcada para dia 6 de Abril, em Vale da Pinta.

in Rádio Cartaxo

José Sócrates, anunciou, no Parlamento, a criação de um fundo de 250 milhões de euros para apoio à internacionalização e exportação, medida que será aprovada quinta feira em Conselho de Ministros.

No primeiro debate quinzenal após a aprovação do Orçamento do Estado para 2010 e da resolução do PS sobre o Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC), que tem como tema a economia e as exportações, José Sócrates afirmou que o programa será focado no objectivo de aumentar a capacidade das empresas exportadoras e o número das empresas que exportam".

Outras metas referidas pelo primeiro ministro com a criação do fundo passam por "aumentar o valor acrescentado e o nível tecnológico das exportações portuguesas; diversificar os mercados geográficos de exportação; e aproveitar as oportunidades de investimento que a actual conjuntura trouxe em países como Espanha, Inglaterra e Estados Unidos".

Este fundo, de acordo com José Sócrates, será destinado a reforçar os capitais necessários à internacionalização, permitindo a participação no capital de empresas que promovam as exportações nacionais; a subscrição de títulos de dívida, ou a concessão directa de crédito ou garantias a empresas ou consórcios de empresas portuguesas.

Segundo Sócrates, na actual conjuntura, a economia portuguesa tem um duplo desafio: "a recuperação do crescimento e a consolidação das contas públicas".

"É neste quadro que o aumento das exportações constitui um dos grandes objectivos", disse.
in PS


Copyright 2006 | Andreas02v2 by GeckoandFly and TemplatesForYou | Design by Andreas Viklund
No part of the content or the blog may be reproduced without prior written permission.TFY Burajiru